Notícias Sindicais

Uso, produção e comercialização de materiais com amianto estão proibidos em todo o Brasil

38730355951_796d528bdb_z

38730355951_796d528bdb_zEm 29 de novembro, o Supremo Tribunal Federal (STF) encerrou o julgamento sobre o uso do amianto no Brasil, e decidiu pela proibição do uso, da produção e da comercialização da substância em todo o país. Vários estados já possuíam legislações próprias nesse sentido, apontando o risco que o amianto tipo crisotila – também conhecido como asbesto branco – traz para a saúde.

A substância é usada na fabricação de telhas e caixas d’água e está comprovadamente ligada ao desenvolvimento do mesotelioma – um tipo específico de câncer que só afeta pessoas expostas ao amianto – e de outras doenças.

Para o presidente do Sintracom Londrina, Denilson Pestana da Costa, essa decisão é um avanço na defesa da saúde dos trabalhadores das indústrias e da construção civil. “Sabemos que muitos trabalhadores de nossa categoria têm contato constante com produtos que contém amianto, o que representa um grande perigo. A proibição do uso dessa substância é uma maneira de proteger os funcionários, mas iremos fiscalizar o cumprimento dessa medida por parte das empresas”, ressaltou.

Mais de 70 países já baniram o amianto, mas, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 125 milhões de trabalhadores estão expostos ao amianto por meio da inalação das fibras presentes no ar.

Fonte: Sintracom Londrina

Posts Relacionados

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register