Notícias Sindicais

Uso de EPIs garante saúde e proteção

Sem título

Sem títuloOs Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) existem para garantir a segurança dos trabalhadores que, no exercício de sua atividade profissional, estão sob risco de dano físico. Em casos de acidentes de trabalho, eles servem também para evitar consequências graves.

Entre os equipamentos classificados como EPIs estão óculos, protetores auriculares, máscaras, capacetes, luvas de proteção, cintos de segurança, aventais e botas. Os acessórios são indispensáveis especialmente em fábricas e processos industriais, mas não se restringem a eles. Mesmo o protetor solar, por exemplo, pode ser considerado um EPI.

Eles entram em campo quando as medidas de segurança coletiva não são suficientes para minimizar os riscos oferecidos por um determinado local de trabalho. Uma empresa só tem conhecimento de todos os EPIs necessários para a proteção individual de seus funcionários se realizar um estudo de seus riscos ocupacionais a fim poder neutralizá-los.

A Norma Regulamentadora (NR) 6 estabelece as empresas como responsáveis pelo fornecimento, manutenção, substituição e supervisão do uso dos EPIs obrigatoriamente. Eles precisam ser certificados por um órgão competente para garantir sua conformidade com as determinações do Ministério do Trabalho (MTE). A NR também indica que o trabalhador tem por obrigação guardá-los, conservá-los e higienizá-los para que os Equipamentos sejam eficazes.

O uso adequado desses equipamentos é fundamental para garantir a saúde e a proteção do trabalhador durante e depois de sua fase ativa, evitando grandes transtornos para este e também para a empresa. Ao impedir que a capacidade de trabalho e de vida do empregado seja impactada, os EPIs garantem o desempenho das tarefas com mais segurança e eficiência.

Fonte: Sintracom-Londrina

Posts Relacionados

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register