Notícias Sindicais

Trabalhadores da construção civil devem tomar cuidados específicos com substâncias químicas

saude-12

saude-12Os trabalhadores da construção civil estão em contato com diversas substâncias tóxicas. Tinta, cola, cimento, cal, argamassa, pasta e selantes, por exemplo, são itens necessários em uma obra. Há quem acredite que esses produtos são inofensivos, mas o contato frequente pode trazer sérias consequências à saúde.

As substâncias desses produtos são tóxicas, portanto se o trabalhador não tomar os cuidados necessários pode desenvolver doenças mais sérias. O problema às vezes começa com uma alergia aparentemente simples, mas, com o passar do tempo, pode se tornar algo mais grave.

Os trabalhadores costumam não se preocupar tanto com isso, porque não veem as consequências na hora. Ao pintar uma parede sem luvas, por exemplo, é comum que não se note alergias ou irritações na pele. Porém, os problemas aparecerão a longo prazo e, se os descuidos permanecerem, irão se intensificar cada vez mais.

A melhor forma de evitar alergias, irritações na pele, contaminação sanguínea, queimaduras, ferimentos e até o desenvolvimento de doenças mais graves é investir na prevenção. Para que os produtos químicos não entrem em contato direto com a pele, os olhos, a boca e o nariz, é fundamental que os trabalhadores não abram mão de usar os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

No caso específico da exposição à substância química, os EPIs indispensáveis são as luvas, a máscara ou o respiratório, os óculos e as botas impermeáveis.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Londrina (Sintracom Londrina), Denilson Pestana da Costa, alerta para o fato de que as empresas devem, obrigatoriamente, fornecer EPIs adequados.

“Estamos falando de algo que deve ser prioridade das empresas, que é a segurança dos trabalhadores que estão em contato com as substâncias químicas. Construtoras e demais empresas, têm a obrigação de fornecer os equipamentos”, reforça Denilson.

Fonte: Sintracom Londrina

Posts Relacionados

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register