Notícias Sindicais

Se forem cumpridas, NRs garantem a segurança dos trabalhadores nos canteiros de obras

sintracom_sasúde-13_01

sintracom_sasúde-13_01Para que os trabalhadores possam exercer suas atividades com segurança, existem as Normas Regulamentadoras (NRs), que têm a finalidade de gerar proteção. Todas as empresas regidas pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) devem cumprir com as disposições previstas nas NRs.

Dentre essas normas, a NR-18 estabelece diretrizes administrativas, de planejamento e de organização para a implementação de medidas de controle e sistemas preventivos de segurança nos ambientes de trabalho da construção.

Em ambientes coletivos de canteiro de obras, por exemplo, a NR-18 determina alguns itens que devem ser respeitados, para garantir boas condições de trabalho. Banheiros, vestiários e refeições devem seguir determinadas regras.

Outras normas são responsáveis por garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores. Confira quais são:

Uso obrigatório do Equipamento de Proteção Individual (EPI): trata-se de uma regra básica da indústria da construção civil. O EPI precisa ser oferecido, de forma gratuita, pelo empregador. Além de estar em perfeito estado de conservação, o equipamento precisa do Certificado de Aprovação (CA). Capacetes, óculos ou protetor fácil e protetor auricular são exemplos de EPIs.

Áreas de vivência: os canteiros de obras devem oferecer condições dignas ao trabalhador, especialmente no que se refere às instalações sanitárias. Por isso, elas devem estar adequadas ao número de trabalhadores presentes no local. Vasos sanitários, chuveiros, vestiário e o local de refeições devem estar bem conservados. Além disso, o fornecimento de água potável, filtrada e fresca também precisa ser garantido.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário (Sintracom Londrina), Denilson Pestana da Costa, destaca que o treinamento é outro quesito que deve ser ofertado aos trabalhadores. Ele também destaca que a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) é o órgão responsável por garantir que as regras estão sendo cumpridas.

“Os trabalhadores recém-admitidos precisam passar por um treinamento mínimo de seis horas. E, nas empresas com mais de 20 empregados, a CIPA é obrigatória. Já para aquelas que possuem menos de 20, um empregado deve ser designado para responder pela prevenção de acidentes”, aconselha.

Fonte: Sintracom Londrina

Posts Relacionados

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register