Notícias Sindicais

Doenças pulmonares podem ter origem no trabalho, fique atento!

seguranca8sintracom

seguranca8sintracomDe 15 a 25 vezes por minuto você inspira e expira sem nem pensar em como está fazendo isso ou lembrar dos seus pulmões. Mas uma vez ou outra, a falta de ar te atinge ou fica difícil respirar. Será que isso é um problema?

É comum que a inalação de poeira ou de outras partículas que compõem o ar possa causar irritações momentâneas que provoquem tosse ou espirro. No entanto, casos constantes de desconforto na respiração devem ser investigados a fundo.

A origem de um problema pulmonar pode ser em razão de vários fatores, porém, muitas vezes está relacionada ao próprio ambiente de trabalho – e infelizmente essa é uma relação não só possível, como bastante comum.

A asma e a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), por exemplo, são doenças respiratórias que atingem muitos trabalhadores. As causas vão desde a inalação de um agente mecânico – como o pó da serragem ou a poeira da construção – até o contato com um agente químico, como a evaporação de solventes, tintas e derivados.

Além disso, trabalhadores da indústria de granito, mármore, arenito, olaria, cerâmica e até mesmo pintura devem ter cuidados redobrados, por conta da inalação do pó da sílica.

“O pó da sílica é um elemento principal na constituição da areia e, caso seja inalado em excesso, pode causar a silicose, uma doença pulmonar muito grave”, explica a técnica em Segurança do Trabalho do Instituto São José (ISJ), Leonice Claro.

Outros fatores como o trabalho em ambiente fechado e sem ventilação podem potencializar os riscos que esses trabalhadores sofrem.

Por isso, é imprescindível que o trabalhador tenha consciência do perigo dessa exposição e da importância do uso correto dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

Além disso, a qualidade desses equipamentos também deve ser um foco de atenção. Nada de máscara compartilhada ou antiga, este EPI deve estar em boas condições, ser de uso individual e ser trocado frequentemente.

Obrigações do empregador

Como o assunto é saúde do trabalhador dentro do ambiente de trabalho, vale ressaltar que o patrão deve ser o responsável por avaliar, constantemente, possíveis causas e propor formas de prevenir as doenças pulmonares.

Assim, identificar todos os perigos e procurar minimizá-los – seja por substituição do produto ou pela orientação aos trabalhadores – é fundamental.

Se você, trabalhador, está passando por uma situação de risco no ambiente de trabalho, coloque em primeiro lugar a sua saúde! Exija providências do empregador e conte com o Sintracom Londrina para garantir o cumprimento da sua solicitação!

Fonte: Sintracom Londrina

Posts Relacionados

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register