Notícias Sindicais

Com jornada dupla, mulheres trabalham 10 horas a mais que homens por semana

SINTRACOM_JORNADA_SITE

SINTRACOM_JORNADA_SITE

Segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as mulheres trabalham, em média, dez horas a mais que os homens por semana.

O motivo para isso é simples: elas ainda são as maiores responsáveis pelo serviço doméstico e o cuidado com a família. Esse quadro se chama dupla jornada — quando uma pessoa, além de passar oito ou mais horas em seu trabalho externo, precisa encarar uma nova e exaustiva jornada ao chegar em casa.

A diferença quanto à preocupação de homens e mulheres com tarefas domésticas está expressa na mesma pesquisa do IBGE. Os números apontam que 93% das mulheres se dividem entre seu trabalho assalariado e as tarefas da casa, contra 78% dos homens. Elas gastam 21 horas com os cuidados com o lar, enquanto eles, apenas 11.

Para o presidente do Sintracom Londrina, Denilson Pestana da Costa, esse fenômeno é fruto de uma estrutura social que leva as pessoas a acreditarem que a casa e os filhos são responsabilidades exclusivas ou preferenciais da mulher, e, também, de um Estado que não oferece as condições necessárias para que essa dupla jornada diminua.

“Se tivéssemos mais escolas públicas em tempo integral, creches gratuitas com vagas para todos e restaurantes populares, por exemplo, o tempo que as trabalhadoras gastariam em suas tarefas diárias seria consideravelmente reduzido. Também é importante que os homens que estão na luta pelos direitos dos trabalhadores se conscientizem e dividam igualmente os afazeres domésticos com suas companheiras”, defende Denilson.

Dupla jornada é a razão principal para mulheres se aposentarem um pouco mais cedo que homens

Nas atuais regras do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), podem obter o benefício de aposentadoria por idade homens a partir dos 65 anos e mulheres a partir dos 60. Essa diferença entre gêneros muitas vezes gera questionamentos até mesmo para a própria classe trabalhadora.

O motivo para que trabalhadoras possam se aposentar mais cedo é justamente a jornada dupla. Como as mulheres de forma geral têm jornadas maiores que homens, é justo que também possam parar de trabalhar antes deles.

Quando o presidente Michel Temer apresentou a primeira versão da Reforma da Previdência, um dos pontos mais controversos do texto era a proposta de que trabalhadoras e trabalhadores se aposentassem com a mesma idade.

Denilson Pestana da Costa afirma que essa visão mostra desconhecimento — ou desconsideração — total com a realidade da mulher brasileira. “Temos números e pesquisas que comprovam que as trabalhadoras ainda enfrentam duas jornadas de trabalho diárias. Em um mundo ideal, a divisão do trabalho seria igual entre gêneros, e medidas de reparação como a diferença na aposentadoria por idade não seriam necessárias. No entanto, para quem conhece o cotidiano das mulheres, é óbvio que esse ainda precisa ser um direito assegurado a elas”, reforça.

Fonte: Sintracom Londrina

Posts Relacionados

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register